24% das ligações para o SAMU ES no período de férias são trotes

24% das ligações para o SAMU ES no período de férias são trotes


Infelizmente os trotes para serviços de urgência e emergência ainda são uma realidade que precisamos mudar. Em 2017 foram registradas 173 mil ligações falsas, o que representa 20% do número total.

Nos meses de férias escolares esses números aumentam absurdamente: em dezembro de 2017 foram contabilizadas que 24% das chamadas para a emergência do SAMU ES – 192 partiram de crianças e adolescentes com o intuito de brincar com os atendentes.

O SAMU da região metropolitana de Vitória recebe em média 2,5 mil ligações por dia. Dessa forma, com uma linha ocupada por conta de um trote vidas deixam de ser salvas por conta de uma brincadeira.

“Muitas crianças, hoje em dia, têm celulares, mas há também aquelas que pegam o de um adulto e inadvertidamente ligam, ocupam uma linha. A gente precisa ter esse cuidado. Crianças usam esse número para uma brincadeira, mas podem estar atrapalhando o salvamento de alguém”, explicou a coordenadora geral do Samu, Juliana Oliveira ao ES TV 2° Edição.

O software e-COPS coleta o número de telefone que efetuou o trote e armazena em um banco de dados, assim a unidade do SAMU tem um maior controle e eum próxima ligação os atendentes já sabem que precisam ficar atentos, pois desse número já foi registrado falsas ocorrências.


Clique na imagem para assistir a reportagem.

Um alerta aos pais: Prestem atenção em seus filhos, pois esse tipo de ligação é um crime contra a vida!


Fonte: SILVA, Diony. BORGES, Juliana. Trotes representam 24% das ligações para o Samu no período de férias no ES. 2018. Disponível em: <https://g1.globo.com/es/espirito-santo/noticia/trotes-representam-24-das-ligacoes-para-o-samu-no-periodo-de-ferias-no-es.ghtml> Acesso em: 19 de jan. 2018.